Sexta-feira, 25/09/2020

Segurança

Homem é preso por tentar arrancar os olhos e a língua da ex-mulher

Na última quinta-feira (30/08), após dois meses de busca, um homem que tentou matar a ex-mulher foi preso no bairro Cidade Verde, em Betim. De acordo com a Polícia Militar o indivíduo de 45 anos foi indiciado por feminicídio, podendo pegar até 12 anos de prisão.

Em junho, o homem que é corretor de imóveis tentou arrancar os olhos e a língua de sua ex-mulher, que só não morreu porque conseguiu fugir pelas janelas do apartamento no bairro Laranjeiras, onde estava no momento em que também foi agredida com vários socos e golpes.  

De acordo com a PM ele confessou ter tentado matar a ex-mulher por acreditar que ela estava em outro relacionamento.

Feminicídio

A lei sancionada em 2015, de número 13.104, torna o feminicídio um crime qualificado, segundo a lei penal. Ao se tornar um crime qualificado, ele torna-se, automaticamente, hediondo.

Este tipo de situação torna a motivação do assassinato baseada no sexo da pessoa um crime oficialmente repugnante para os valores sociais, entendido como um dos piores tipos de atentado àquilo que a própria sociedade tenta defender.

Além disso, a lei identifica alguns agravantes do feminicídio que podem aumentar a pena com um adicional de 1/3 sobre a pena original. São três tipos de agravantes, que configuram-se no feminicídio que ocorre durante a gestação ou em até três meses após o parto da vítima; naquele que ocorre contra a mulher com menos de 14 anos, mais de 60 anos ou com algum tipo de deficiência; e o terceiro é aquele que ocorre na presença de filhos ou pais da vítima.

Deixe um comentário

RUA MIGUEL HENRIQUES DA SILVA, Nº4, CENTRO, IGARAPÉ-MG


CONTATO: (31) 9 9858-1002

error: Conteúdo protegido contra plágio!