Idoso é espancado até a morte após falsa acusação de abuso

0
392
Foto: Raquel Freitas
Foto: Raquel Freitas

 

Um idoso de 63 anos foi assassinado brutalmente após falsa acusação de abuso sexual contra crianças. O caso aconteceu na Região Nordeste de Belo Horizonte e teve sua conclusão divulgada pela Polícia Civil nesta segunda-feira (29).

O idoso era funcionário da prefeitura e conhecido como “Vô”. Segundo a PC ele foi espancado até a morte de forma brutal. O crime aconteceu no dia 17 setembro na Vila Andiroba. De acordo com a delegada Mônica Carlos, a falsa denúncia foi feita a criminosos da região por uma mulher que tem envolvimento com o tráfico.

“Inicialmente, como ele era conhecido como ‘Vô na região’, os traficantes locais não fizeram nada com ele. Pediram autorização [aos chefes do tráfico] se podiam ou não ceifar a vida dele nas condições que foi ceifada. Esse tipo de crime de pedofilia, de estupro, a comunidade às vezes não aceita, não tolera. Naquela localidade não seria diferente. Então, ele foi morto de maneira cruel”, afirmou a delegada.

Entretanto, após o crime, a polícia e os próprios criminosos descobriram que a acusação era falsa. “Ele estava simplesmente urinando na via pública e essa mulher passou com o filho dela e não gostou da situação. Como ela tem um poder e domínio, ela ligou e mentiu”, afirmou.

*Informações G