Quinta-feira, 24/09/2020

Segurança

Rede de Vizinhos reúne Polícia Militar de Igarapé e comunidade

De acordo com a Polícia Militar de Igarapé, a Rede de Vizinhos Protegidos tem contribuído com a redução da criminalidade. Foto: Divulgação/PM

No último domingo (17), a Polícia Militar de Igarapé se reuniu com 70 membros do programa Rede de Vizinhos Protegidos, moradores do bairro Vivendas Santa Mônica. Foram repassadas orientações necessárias para a continuidade do trabalho em conjunto com a PM. No local, a Rede de Vizinhos já funciona há dois anos.

De acordo com o sargento Nicácio, que participou da reunião, a Rede de Vizinhos é muito importante para a integração da polícia com a comunidade, resultando em uma melhor comunicação e resolução de problemas. Atualmente, Igarapé conta com 21 bairros com a Rede de Vizinhos Protegidos, que atende quase a totalidade dos bairros do município.

O tenente Sander explicou que, com a Rede de Vizinhos, o índice de criminalidade foi reduzido. Segundo o comandante do 1º Pelotão de Igarapé, foi através da união da Rede de Vizinhos dos vigilantes do comércio que foi possível a instalação do Olho Vivo.

“Essa é uma estratégia criada pela Polícia Militar a algum tempo. Ela aproxima a população da própria Polícia Militar e ajuda de forma preventiva, fazendo denúncias, marcando reuniões para que a polícia passe dicas de segurança, trazendo uma interação constante entre polícia e a comunidade. Por exemplo, quando algum carro estranho ou indivíduo suspeito que não seja do bairro aparece, imediatamente a Rede de Vizinhos coloca no WhatsApp e imediatamente a gente envia a viatura, confere o prontuário daquele indivíduo e a situação do veículo. E, assim, o trabalho preventivo surte muito efeito”, explicou o tenente Sander.

Reunião ocorrida no último domingo, no Vivendas Santa Mônica, contou com a presença de 70 moradores.

Deixe um comentário

RUA MIGUEL HENRIQUES DA SILVA, Nº4, CENTRO, IGARAPÉ-MG


CONTATO: (31) 9 9858-1002

error: Conteúdo protegido contra plágio!