Eleição de conselheiros tutelares de BH será refeita; data prevista para dezembro

0
593
PBH / Secom

A Comissão Eleitoral responsável pelo 10º Processo de Escolha dos Conselheiros Tutelares de Belo Horizonte recomendou, na tarde desta segunda-feira (9), a anulação da eleição em curso e a realização de novo processo de escolha. A Prefeitura de Belo Horizonte, acatando a recomendação, propôs o dia 3 de dezembro para realização do novo pleito, data aprovada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

A secretária municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Rosilene Rocha, anunciou ainda que a votação será realizada apenas por meio de cédulas de papel, além da ampliação do número de postos de votação.

“Hoje, em reunião com o prefeito Fuad Noman, na qual participaram a Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Prodabel e a Procuradoria-Geral do Município, foi apresentada a recomendação pelo presidente da Comissão Eleitoral, Rodrigo Mateus Zacarias, de que as eleições fossem anuladas. Após ouvir os argumentos, o prefeito Fuad Noman determinou a anulação, com imediata marcação de nova data”, disse a secretária.

A Prefeitura de Belo Horizonte enviará nesta terça-feira (10) à Câmara Municipal um Projeto de Lei, alterando pontos que impossibilitaram o uso das urnas eletrônicas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).