Betim inicia operação para remover publicidade irregular

0
76
Foto: Secom Betim

A Defesa Civil e a Guarda Municipal de Betim iniciaram a operação Betim mais Limpa. O objetivo da intervenção é remover os materiais afixados sem autorização do município.

De acordo com o superintendente de Defesa Civil, Walfrido Lopes, a ação é necessária para coibir a prática, que é proibida pelo Código de Posturas de Betim. “Nós percebemos um aumento da poluição visual aqui no município. São anúncios de vendas e serviços que causam danos aos pedestres e ao meio ambiente. Esse tipo de publicidade não é permitida na cidade”, ressalta.

Durante a fiscalização, os órgãos responsáveis identificaram que a publicidade irregular vem se concentrando, em sua maioria, na região central, nas vias de acesso ao município e nas principais avenidas comerciais dos bairros. O empreendedor que deseja utilizar algum tipo de comunicação visual deve pedir autorização à prefeitura.

Segundo a Defesa Civil, o empresário somente deve fazer a divulgação no próprio negócio ou em imóvel particular com autorização do proprietário. A publicidade no estabelecimento deve ainda atender as regras para esse tipo de divulgação, como tamanho da placa em relação à fachada, dentre outras normas.

“A maior parte da publicidade feita fora do estabelecimento é irregular. São faixas que atravessam ruas e avenidas ou fixadas em postes. Há também placas, cavaletes nas calçadas, dentre outros que trazem transtornos para a população. A  fixação mal feita faz com que esse material tenha descarte incorreto, prejudicando toda a população e o meio ambiente”, enfatiza Walfrido Lopes.

O Código de Posturas estabelece diversas normas para melhorar a organização da cidade e dá instruções não só para a publicidade, mas também para a limpeza urbana, as festas de rua, a conservação de calçadas, as feiras-livres, a arborização e outros. A legislação estabelece que não podem ser fixados anúncios que de alguma forma prejudiquem aspectos paisagísticos, panoramas naturais ou monumentos.

A população também pode ajudar a denunciar casos de publicidade irregular no município ligando para o número 199, da Defesa Civil.