Polícia confirma morte em ataque a ônibus com torcedores do Atlético-MG

0
249
REPRODUÇÃO / RECORD TV MINAS
REPRODUÇÃO / RECORD TV MINAS

A polícia detalhou, na manhã desta terça-feira (30), que houve morte cerebral de um homem, de 20 anos.A Polícia Civil confirma que houve uma morte entre os mais de dez feridos em ataque a ônibus com torcedores do Atlético-MG neste domingo (28). Seis homens, entre 20 e 26 anos, foram presos e autuados em flagrante pelos crimes de homicídio consumado, tentado e associação criminosa.

O OCORRIDO

De acordo com a Polícia Militar (PM), após a partida entre Atlético-MG e Fluminense no Mineirão, cerca de 30 pessoas de uma torcida organizada do Cruzeiro fizeram uma emboscada quando o coletivo, que estava com cerca de 45 passageiros, estava na Região do Barreiro, em Belo Horizonte.

O ônibus parou e, na sequência, os membros da torcida organizada do Cruzeiro, depredaram o veículo e jogaram coquetel molotov. O coletivo ficou destruído, com os vidros quebrados. Os feridos foram levados para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII e outras unidades de saúde. Matheus Freitas, de 20 anos, não resistiu. A identidade da vítima foi confirmada pela torcida organizada Galoucura.

Torcida banida

O Ministério Público de Minas Gerais recomendou à Federação Mineira de Futebol (FMF) o banimento da torcida organizada Máfia Azul, nos dias de jogos, em todos os estádios do país, por causa do ataque.

A diretoria do Cruzeiro também foi notificada. O clube e a torcida organizada terão que se manifestar em 10 dias.