Minas Gerais ganhará Central de Monitoramento de Prevenção à Violência Doméstica e Familiar

0
188
Foto Paulo H. Carvalho
Foto Paulo H. Carvalho

Um acordo de cooperação técnica assinado nesta segunda-feira (22/11) entre a Polícia Militar, o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, o Ministério Público (MPMG) e o Tribunal de Justiça (TJMG) permitirá a instalação de uma Central de Monitoramento de Prevenção à Violência Doméstica e Familiar em Minas Gerais, primeira do país. Estrutura será pioneira no país e vai permitir acesso do poder público aos dados sobre essas vítimas no estado.

O objetivo é fortalecer o fluxo de dados e informações entre os órgãos, como ocorrências policiais e medidas protetivas expedidas, além de aprimorar as políticas públicas relacionadas às mulheres vítimas de violência em todo o estado e possibilitar ações mais pontuais de combate aos crimes de violência doméstica e familiar.

Estrutura

A Polícia Militar de Minas Gerais foi a instituição escolhida para sediar a primeira central de monitoramento da violência doméstica do país em função da sua estrutura logística e de banco de dados estruturados, além de possuir serviço especializado de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica, com protocolos bem estabelecidos e sedimentados