Copa do Brasil: Galo vence o Fluminense novamente e avança para as semifinais

0
188

Em jogo equilibrado, o Atlético venceu o Fluminense pelo placar de 1 a 0 na noite desta quarta-feira (15), no estádio Mineirão, e avançou as semifinais da Copa do Brasil.

Jogando com a vantagem construída na partida de ida, quando venceu por 2×1, o Atlético recebeu o Fluminense no Mineirão com a missão de confirmar a vaga entre os semifinalistas da Copa do Brasil.Com exceção do atacante Savarino, que está no departamento médico, o técnico Cuca escalou o que tinha de melhor a disposição para o confronto contra o tricolor carioca.

O Flu por sua vez, precisando reverter a desvantagem, não pôde contar com o meia Cazares, que já havia disputado a competição pelo Corinthians, e Nenê, que rescindiu seu contrato essa semana e retornou ao Vasco da Gama.

O jogo

Os primeiros minutos de jogo foram de poucas chances de perigo, com o Galo tendo mais a posse de bola e o Fluminense se fechando para tentar buscar os contra-ataques. Conforme os minutos se passaram, o time carioca passou a se arriscar um pouco mais no ataque e quase abriu o placar com Fred, que apareceu livre na área e cabeceou com perigo, obrigando o goleiro Everson a fazer uma grande defesa.

Pouco tempo depois, a defesa atleticana errou um passe na saída de bola, e Nonato cruzou pra área, o goleiro atleticano errou na hora de afastar a bola da área, mas Luiz Henrique finalizou mal e perdeu uma grande chance. O Atlético encontrava dificuldades para entrar na área do Fluminense, e só conseguiu furar a defesa adversária após boa troca de passes pelo lado direito, em que Zaracho recebeu e cruzou rasteiro para a área, mas Vargas chegou atrasado na bola e não conseguiu marcar. Sem balançar as redes, o primeiro tempo terminou empatado em 0x0.

Na volta do intervalo, o técnico Cuca promoveu a entrada de Diego Costa no lugar de Vargas. Além da substituição, a postura do alvinegro foi outra, atacando com mais frequência e encontrando mais espaço na defesa adversária. O brasileiro naturalizado espanhol mostrou um melhor ritmo de jogo nos 45 minutos em que atuou, dando bons passes e ótima visão de jogo e posicionamento. O gol parecia questão de tempo e saiu após consulta do árbitro Raphael Clauss ao VAR por um toque no braço do lateral esquerdo Danilo. Com o pênalti marcado, Hulk cobrou aos 10 minutos e não deu chances ao goleiro tricolor.

Obrigado a se abrir mais para correr atrás do prejuízo, o Fluminense deixou mais espaços na defesa, e com isso o Atlético chegou mais vezes ao gol com Guilherme Arana, Diego Costa e com o zagueiro Igor Rabello, que chegou a cabecear uma bola na trave. Com a vaga na mão, o alvinegro controlou mais a partida na reta final e chegou mais algumas vezes com perigo ao ataque, mas sem converter as chances em gol.

Com o apito final e a vitória por 1×0, o time comandado por Cuca garantiu a vaga entre os quatro melhores pela quinta vez em sua história, além de repetir o feito de 21 anos atrás, quando eliminou o mesmo Fluminense pelas quartas de final da Copa do Brasil de 2000.

 

O próximo jogo do Atlético será contra o Sport, às 19h pela 21ª rodada do campeonato brasileiro, também no Mineirão.