Em BH, maioria dos professores do município são contra retomada das aulas e entram de greve

0
91
Sem vacina, aulas presenciais podem representar riscos para crianças e professores. Foto: PMBH(2020)

A Prefeitura de Belo Horizonte decidiu que as aulas presenciais nas Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis) fossem retomadas em 3 de maio. Professores da rede pública, contrário à decisão, já fazem movimento de greve nesta segunda-feira (26).

Segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-Rede BH), até o momento pelo menos 60% da categoria aderiu à greve sanitária.

Devido ao momento delicado da pandemia e à fila de espera pela vacina contra covid-19, esses profissionais permanecerão em regime remoto de trabalho, sem comparecer presencialmente às escolas.