Região Metropolitana de BH avança para Onda Vermelha em MG

0
187
Mudança anunciada nesta quinta coloca maioria do estado de Minas Gerais na onda vermelha .Foto: RP
Ao todo, 73 cidades serão contempladas com a ampliação da estratégia de vacinação. Foto: RP

Nesta quinta-feira (15), o Governo de Minas anunciou que a Região Metropolitana de Belo Horizonte e outras macrorregiões do Estado vão retornar a Onda Vermelha após semanas na Onda Roxa- a mais restritiva do plano Minas Consciente.

O anúncio foi feito por meio de Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais, durante pronunciamento seguido de entrevista coletiva na Cidade Administrativa, sede do governo, em Belo Horizonte. O chefe do Executivo diz que a decisão acontece após bons resultados do período de maior clausura em todo estado.

Além da Região Metropolitana de Belo Horizonte, avançarão para a onda vermelha as macrorregiões do Jequitinhonha, Norte, Sudeste e Sul do estado – o que equivale a 60 a 70% de Minas Gerais, segundo Zema.

Veja o que pode funcionar na Onda Vermelha

Todas as atividades podem funcionar na Onda Vermelha, desde que cumpram algumas regras, como distanciamento e limitação máxima de pessoas, a saber:

– Distância linear de 3 m

– Capacidade por pessoa: 10 m²

​- Máximo de 30 pessoas por evento

– Ocupação de hoteis e atrativos culturais limitada a 50% da capacidade

– Para serviços não essenciais, é limitado um cliente para cada atendente