sexta-feira, junho 18, 2021
InícioPolíticaPrefeitos cobram de Zema acordo sobre dívida antes de viagem aos EUA

Prefeitos cobram de Zema acordo sobre dívida antes de viagem aos EUA

Os prefeitos mineiros querem que a reunião com o governo de Minas mediada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais para tratar de um possível acordo sobre a dívida do estado com os municípios ocorra antes da viagem do governador Romeu Zema (NOVO) aos Estados Unidos, marcada para esta sexta-feira. O pedido foi feito pela Associação Mineira de Municípios, que mantém a exigência de que o R$ 1 bilhão retido na atual gestão seja pago ainda neste ano.

O principal ponto para os prefeitos é garantir o pagamento da parte retida pelo governo Zema em janeiro ainda neste ano. Os municípios propuseram que o débito seja quitado nos meses de outubro, novembro e dezembro. A proposta do governo do estado, no entanto, é começar a pagar este atrasado em fevereiro do ano que vem. Já os R$ 6 bilhões devidos do governo Fernando Pimentel (PT) começariam a ser depositados em julho.

Os recursos pedidos no acordo são relativos ao ICMS e ao IPVA arrecadados e que, pela constituição, pertencem aos municípios. Pela lei, 50% de toda a arrecadação do imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) pertence aos municípios em que eles foram licenciados. Já o imposto sobre circulação de mercadorias (ICMS) cobrado deve ter 25% destinado às prefeituras.

Os prefeitos reclamam que Zema reteve R$ 1 bilhão em janeiro, mês de maior arrecadação dos tributos. Também alegam que o valor é proporcionalmente maior do que o que foi retido por Pimentel ao longo do ano.

Outra queixa dos prefeitos é que o governo de Minas está condicionando o pagamento a recursos extras que viriam da renegociação da dívida com a União e o ajuste fiscal. Só que os projetos de lei com possíveis privatizações e mudanças no serviço público do estado nem chegou a ser enviado para a Assembleia e já foi alvo de uma crítica pública da instituição, que chamou Zema à responsabilidade.

Zema enviou comunicado à Assembleia informando que vai viajar na sexta-feira para cumprir agenda em três cidades dos Estados Unidos. De acordo com o governo, o foco é a atraçãod e investimentos para Minas e gerar empregos. Ele vai acompanhado do secretário-geral Igor Mascarenhas Eto.

Em nota, o governo de Minas informou que o acordo com os municípios, intermediado pelo Tribunal de Justiça, “está em fase final de acerto” e que o estado espera “para em breve” um desfecho. “O Governo reitera a disposição em atender aos municípios. Até ontem, o Estado já repassou R$ 6,7 bilhões referentes ao ICMS, IPVA e ao Fundeb deste ano”, informou.

Fonte: Estado de Minas

Artigos Relacionados
Publicidade

Mais Recentes

error: Conteúdo protegido contra plágio!