Sábado, 26/09/2020

Gerais

Barragem de Igarapé deixará de receber rejeitos em abril

Em abril, a Mineração Morro do Ipê, responsável pela gestão das minas de Ipê e Tico-Tico e das unidades de processamentos localizadas na região mineradora de Serra Azul, deixará de depositar rejeitos em uma de suas barragens, a B1 Auxiliar.

Mesmo sem receber rejeitos, a barragem continuará com os resíduos concentrados no local. De acordo com a Mineração, não há previsão para que esta barragem seja descaracterizada, ou seja, que ela fique completamente livre de rejeitos que possam vir a causar riscos para a população.

A Mineração Morro do Ipê passou a contar com uma equipe preventiva, que trabalha todos os dias na inspeção das barragens, como determina a Agência Nacional de Mineração (ANM) . Essas medidas de fiscalização permanecerão mesmo após a desativação da barragem Auxiliar B1, como manda a legislação.

Processo de filtragem

De acordo com a Morro do Ipê, atualmente, das quatro barragens existentes, apenas a B1 Auxiliar está em operação. A estrutura, que será desativada em abril, contará com o sistema de tratamento de rejeitos de minério de ferro por meio de um processo de filtragem. A utilização desse método elimina, definitivamente, a necessidade de barragens para disposição de rejeitos. As demais barragens da mineradora estão inoperantes, servindo apenas para armazenamento de material seco.

“O novo sistema funcionará por meio de dois filtros prensa que possibilitam a separação do material líquido (água) do sólido (sílica). O rejeito será filtrado, a água retornará ao processo industrial por meio de recirculação, e o rejeito basicamente seco, com 15% de humidade, será de maneira segura empilhado junto com o estéril da mina”, informou a Mineradora.

1 Comment

  1. Avatar

    Deveria ser feito um projeto de descaracterização desta barragem, pois assim os moradores de Igarapé/MG continuam a correr risco e sem a segurança necessária pras vidas.

Deixe um comentário

RUA MIGUEL HENRIQUES DA SILVA, Nº4, CENTRO, IGARAPÉ-MG


CONTATO: (31) 9 9858-1002

error: Conteúdo protegido contra plágio!