Programa Jovem Aprendiz é lançado em Igarapé e prevê a criação de postos de empregos para jovens

O programa prevê a oferta do primeiro emprego para jovens e adolescentes

0
287
Foto: PMI

Igarapé dá início à implantação da política municipal de aprendizagem com o lançamento pioneiro do Programa Jovem Aprendiz. O programa prevê a oferta do primeiro emprego para jovens e adolescentes, aliada à formação técnico-profissional dos aprendizes, além do fortalecimento da economia local. O evento contou com a presença do prefeito Arnaldo Chaves, empresários locais e comunidade, na sede da Secretaria Municipal de Promoção Social e Defesa Civil.

Voltada para capacitar e qualificar jovens de 14 a 24 (incompletos), a iniciativa, que tem a parceria da prefeitura, será desenvolvida pelo Instituto Metamorfose, organização social sem fins lucrativos, atuante há 5 anos na formação e qualificação profissional de jovens do município. São também apoiadores o Ministério Público da Comarca de Igarapé e a Vara da Infância e da Adolescência do município.

O prefeito Arnaldo Chaves destacou que a implantação do Programa Jovem Aprendiz representa uma inovação das políticas públicas para atender os jovens de Igarapé. “Estamos, com a ajuda da sociedade, criando instrumentos eficazes para construir um futuro melhor para a juventude da nossa cidade. O Programa Jovem Aprendiz vai capacitar nossos jovens para que conquistem espaço no mercado de trabalho”, afirmou.

A secretária municipal de Promoção Social e Defesa Civil, Márcia Palhares, aplaudiu a conquista e destacou sua importância. “Um dos compromissos desta administração é promover o acesso da nossa juventude ao mercado de trabalho, e o Programa Jovem Aprendiz é uma grande oportunidade para auxiliar na conquista do primeiro emprego”.

A presidente do Instituto Metamorfose, Fernanda Cruz, explicou que este primeiro passo é para sensibilizar os empresários do município a aderirem ao programa Jovem Aprendiz, com a oferta de postos de empregos para a juventude. “Estamos confiantes na participação dos empresários de Igarapé”, afirmou.

Princípios

O Jovem Aprendiz é um programa nacional, criado pela Lei Federal 10.097/2000, cujo objetivo é a oferta de formação técnico-profissional e contratação de jovens aprendizes como empregado normal. A lei estabelece que as empresas podem contratar aprendizes de 5% a 15% de seu quadro de pessoal. Quem adere tem benefícios fiscais.

A remuneração dos aprendizes tem como base o salário mínimo, sendo calculada sobre a jornada de horas trabalhadas, determinada pelo empregador.