Municípios receberam R$ 40 mi para combate ao Aedes aegypti e assistência a pacientes

0
135
Foto: Rafael Mendes/Imprensa-MG

Municípios mineiros receberam R$ 40 milhões da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) para fomentar estratégias que visam evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. O valor também deve ser utilizado na assistência aos pacientes nos serviços de saúde.

Igarapé recebeu, segundo Resolução SES-MG 7.733/2021, o valor total de R$ 64.435,30 em parcela única. O repasse para São Joaquim de Bicas foi de R$53.933,20; Betim o total de R$425.305,60; Brumadinho, R$ 61.599,40; Sarzedo, R$ 55.071,70.

Clique aqui para ver o valor investido em cada município.

“Os incentivos financeiros são muito importantes para que os municípios possam desenvolver estratégias, em nível local, tanto em relação à prevenção e eliminação de possíveis criadouros do Aedes, quanto promover ações de mobilização social e estruturação da rede de atendimento”, explicou a diretora de Vigilância de Agravos Transmissíveis, Marcela Lencine Ferraz.