Em São Joaquim de Bicas, fim de semana é marcado pelo 7º Festival de Capoeira

0
137

Ginga, arte marcial, esporte, música e cultura popular. Toda essa mistura resultou em uma empolgante roda de capoeira que a Prefeitura de São Joaquim de Bicas realizou no último domingo (21), na 7ª Edição do Festival de Capoeira do município.

O público presente pôde conferir palestras, apresentações artísticas e, claro, a tradicional roda de capoeira, importante manifestação cultural, artística, histórica, política e social de nossa cultura.

O evento foi Promovido em parceria com a ACAL (Associação de Capoeira Arte Livre)e recebeu grupos de diversas cidades da RMBH (Região Metropolitana de Belo Horizonte).

Grupos, mestres, contramestres e professores participantes: Grupo De Capoeira Conexão Afro, de Nova Serrana, contramestre Di. Grupo De Capoeira Raízes Africanas, de Juatuba, mestre Sarará. Grupo De Capoeira Navio Negreiro, de Juatuba, mestre Guerreiro. Grupo de Capoeira Congo Do Vale, de Igarapé, mestre Jorginho. Grupo De Capoeira Alforria, de Betim, mestre Anu. Centro Cultural Capoerê, de Betim, professor Ventania. Associação de Capoeira Ganhadores de Almas Através da Arte, de Betim, contramestre Vitrola. Grupo De Capoeira Unidos Pela Arte Independente da Bandeira (Unart), de Ribeirão das Neves, mestre Zizi. Associação de Capoeira Esquivart, de Betim, mestre Biju. Associação de Capoeira Arte Livre (ACAL), mestre Tizumba. Contramestre Di. Professores: Flamingo, Lucão, Zack, Chuck, Espuleta, Puluca, Negão e Zumbi.