Galo encara o Palmeiras pela semifinal da Libertadores

0
403
Foto: Pedro Souza/Atlético
Foto: Pedro Souza/Atlético

Dono da melhor campanha da fase de grupos, o Atlético tem mais um grande desafio pela frente na Conmebol Libertadores. Depois eliminar o Boca Juniors e o River Plate, o time comandado por Cuca vai enfrentar hoje, às 21h30, o atual campeão Palmeiras, no Allianz Parque por uma vaga na grande final da competição.

Enquanto o alvinegro tenta repetir a campanha de 2013 (1º lugar geral na fase de grupos e título conquistado), o rival brasileiro tentará o tricampeonato (campeão em 1999 e 2020) com a segunda conquista seguida. O último clube que conseguiu um bicampeonato consecutivo foi o Boca Juniors em 2000 e 2001.

O alviverde do técnico Abel Ferreira fez a segunda melhor campanha da primeira fase com 15 pontos e passou por Universidad Católica e São Paulo para chegar entre os quatro melhores do torneio. Para o duelo de logo mais, o meia Danilo deve ser uma das novidades, já que se recuperou do trauma no tornozelo esquerdo. Com isso, o time palmeirense não terá nenhum desfalque. Além da boa campanha, o Palmeiras é dono do segundo melhor ataque da Libertadores com 26 gols, atrás apenas do Flamengo que marcou 28.

O Galo tem a melhor defesa entre os semifinalistas, tendo sofrido apenas 3 gols na competição. O alvinegro não sofreu nenhum gol na fase de mata-mata e busca hoje passar ileso novamente. Cuca pode não contar com Guilherme Arana, que segue como dúvida devido a uma pancada no joelho sofrida na última rodada do brasileirão diante do Sport. Por outro lado, o treinador conta com o lateral direito Mariano e o meia Jair, que cumpriram suspensão no campeonato nacional e estão à disposição para o jogo desta terça-feira. No ataque, fica a dúvida sobre quem começará a partida ao lado de Hulk, já que Vargas e Diego Costa disputam a posição. O atacante Savarino segue fora devido a lesão muscular.

Atenção com os pendurados

A Conmebol não zera os cartões amarelos na fase semifinal. Com isso, Galo e Palmeiras têm jogadores importantes que podem ficar de fora do jogo da volta e até mesmo da final para a equipe que passar adiante. Pelo lado do time paulista, o lateral direito Marcos Rocha é o jogador que corre risco de ficar de fora. Pelo lado mineiro, a atenção é ainda maior, pois o atacante Hulk, grande nome do time na temporada e o zagueiro Nathan Silva, que vem se destacando desde que assumiu a titularidade da equipe, são os pendurados.

Prováveis escalações

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Danilo (Patrick de Paula, Zé Rafael, Raphael Veiga e Dudu; Wesley e Rony.

Atlético: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana (Dodô); Allan, Jair e Zaracho e Nacho; Hulk e Diego Costa (Vargas).

Arbitragem:  

Patricio Loustau (Argentina)

Assistente 1: Diego Bonfá (Argentina)

Assistente 2: Gabriel Chade (Argentina)

Quarto árbitro: Alexis Herrera (Venezuela)

VAR: Mauro Vigliano (Argentina)