Mais de 153 milhões serão investidos em obras para São Joaquim de Bicas em acordo com a Vale

0
168
Vagas são para cadastro de reserva na área da educação. Foto: RP
Vagas são para cadastro de reserva na área da educação. Foto: RP

A Prefeitura de São Joaquim de Bicas apresentou à mineradora Vale, através do Comitê Gestor Pró Brumadinho, os projetos para compensação financeira pelo rompimento da Barragem Córrego do Feijão. A proposta do município foi apresentada nessa terça-feira (5).

De acordo com o prefeito Guto Rezende, serão mais de R$ 153 milhões em investimentos para a cidade. “Investimentos em infraestrutura, pavimentação asfáltica, drenagem, construção, reforma e ampliação de unidades de saúde e da Rede Municipal de Ensino. Seguimos trabalhando honestamente com transparência para melhorar a qualidade de vida da nossa gente”, disse o prefeito.

A proposta encaminhada pela prefeitura prevê obras de mais de 103 km em pavimentação asfáltica com estrutura completa em estradas e ruas da cidade. Além disso, São Joaquim de Bicas também receberá investimentos nas áreas da saúde e educação, como reforma e ampliação de unidades de saúde e escolas.

Confira abaixo as propostas de obras:

Reforma e ampliação de unidades de saúde e escolas de São Joaquim de Bicas
Bairros que vão receber obras de pavimentação com infraestrutura completa
Bairros que vão receber obras de pavimentação com infraestrutura completa
Bairros que vão receber obras de pavimentação com infraestrutura completa

Tragedia

A tragédia matou 270 pessoas no dia 25 de janeiro de 2019. Onze corpos ainda não foram encontrados. Além das mortes, o rompimento da barragem B1, da Mina do Córrego do Feijão, provocou danos ambientais que inviabilizaram o uso da água de parte do Rio Paraopeba.