Betim anuncia que ficará na Onda Roxa até 21 de abril

0
219
O comércio não essencial de Betim passa a funcionar com horário estendido em mais duas horas. Foto: RP
O comércio não essencial de Betim passa a funcionar com horário estendido em mais duas horas. Foto: RP

O prefeito de Betim, Vittorio Medioli, anunciou a prorrogação do decreto que estabelece medidas restritivas contra a covid-19 na cidade até o dia 21 de abril. Com a prorrogação, Betim não adere imediatamente à mudança de fase do pacote do Minas Consciente anunciada pelo Governo do Estado – que passa de Onda Roxa para Onda Vermelha.

“Pela primeira vez em toda a pandemia acho um pouco apressado retornar à Onda Vermelha porque a situação ainda é grave. Houve um recuo, sim, mas essas variantes são muito mais agressivas, então não podemos, neste momento, arriscar voltar ao momento mais crítico. Enquanto as pessoas não forem vacinadas, a letalidade é provável até para os mais jovens. É por isso que estou convencido de que precisamos segurar mais alguns dias”, destacou Medioli.

Com a decisão do município, apenas o comércio essencial continua autorizado a funcionar, desde que obedeça todas as medidas de biossegurança vigentes. Estabelecimentos que não respeitarem as normas podem ter o alvará de funcionamento suspenso ou cassado. “A Vigilância Sanitária atuará com rigor ainda maior”, avisou o prefeito.

As restrições também continuam valendo até 21 de abril para os templos religiosos, que só podem ficar abertos para visitação e/ou manifestação individual da fé, desde que obedecidos os protocolos de segurança. Reuniões estão liberadas apenas aos domingos para os templos que possuem Termo de Ajustamento Municipal firmado. Ainda assim, é obrigatório por parte deles o cumprimento de duas medidas: lotação máxima de 25% da capacidade total do local; e realização de até quatro celebrações no