Sexta-feira, 23/04/2021

Gerais

São Joaquim de Bicas estabelece ações e parcerias para a preservação ambiental

Ações contribuem para o reflorestamento, evita a contaminação do solo e dos recursos hídricos. Foto: SECOM

Ações contribuem para o reflorestamento, evita a contaminação do solo e dos recursos hídricos. Foto: SECOM

Em São Joaquim de Bicas, a preservação do meio ambiente tem sido cada vez mais priorizada. Nos últimos anos, a prefeitura da cidade estabeleceu parcerias com diversas instituições, como a Emater, a ANA – Agência Nacional de Águas, o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias, os produtores rurais e munícipes.

Programa de Manejo Ambiental: recuperação do Córrego Farofas

O Programa de Manejo Ambiental de São Joaquim de Bicas foi concentrado na recuperação do Córrego do Elias, também conhecido como Córrego Farofas. A iniciativa resultou na construção de 168 bacias de captação de água de chuva e 2,9 quilômetros de terraços, em sete propriedades. “Essas obras estão assegurando a retenção de aproximadamente 5% da água utilizada na produção de hortaliças do município”, esclarece a extensionista da Emater-MG local, Silmara Aparecida Cota Campos.  Esta iniciativa foi reconhecida pelo Prêmio Melhor Ação da Emater em 2019.

Projeto Defensor das Águas

Outro programa de valorização e preservação do meio ambiente é o Defensor das Águas. Financiado por meio de parceria com a ANA, órgão vinculado ao Ministério de Desenvolvimento Regional, e recursos próprios da Prefeitura de São Joaquim de Bicas. Os objetivos deste projeto consistem em identificação, proteção, cercamento e reflorestamento de áreas de preservação, construção de barriguinhas (armazenamento de água) e adequação de estradas vicinais. Sete produtores rurais do município foram beneficiados por esta iniciativa, mais de 25 mil mudas de árvores foram plantadas.

Usina de reciclagem

Prestes a completar 20 anos de fundação, a Usina de Reciclagem de São Joaquim de Bicas recebe em média 20 toneladas de resíduos. De acordo com a prefeitura, o material recebido é separado nas seguintes categorias: recicláveis, orgânicos e rejeitos. Os recicláveis são selecionados, separados por categoria, prensados e vendidos para uma empresa por sistema de licitação.

Aproximadamente 15 mil kg de composto são produzidos anualmente, dos quais 8 mil kg são doados para a população e utilizados como adubo para plantas ornamentais. Parte desta produção também é usada pelo poder municipal na adubação de campos e jardins públicos.

Além disso, mais de 1.500 mudas de plantas ornamentais são produzidas anualmente, elas são doadas para a população e utilizadas nos espaços públicos da cidade. Devido ao período pandêmico, o número de doações foi reduzido, para evitar aglomerações. No entanto, os interessados podem entrar em contato com a Usina e agendar a retirada das mudas e composto orgânico.

Interação com o Inhotim

Em 2020, o Inhotim doou mais de 700 mudas para São Joaquim de Bicas. De acordo com a prefeitura, a doação foi utilizada na recomposição da vegetação no município.

Deixe um comentário

RUA MIGUEL HENRIQUES DA SILVA, Nº4, CENTRO, IGARAPÉ-MG


CONTATO: (31) 9 9858-1002