Mesmo com pé lesionado, atleta de São Joaquim de Bicas correu 250 km em uma semana

2
206
Atleta Valéria Corrêa Gomes. Foto: Arquivo pessoal

“Mesmo com o pé lesionado, conquistei o 2º lugar e isso pra mim é muito gratificante”. Esta é uma das falas da esportista Valéria Corrêa Gomes, de 38 anos, moradora de São Joaquim de Bicas, que concluiu em sete dias o desafio “Supere-se 250 km em 30 dias”, oferecido pela equipe de corredores de rua, Pé de Golo.  

Após o convite de seu treinador Sidnei Eustáquio, conhecido popularmente como professor Sidão, a atleta começou a treinar para participar da competição, correndo cerca de 20 a 40 km por dia. E em 1º de junho, Valéria começou a realizar o desafio “Supere-se”, com o plano de fazê-lo em 10 dias, mas no dia seguinte, depois de correr 30 km, ela lesionou o calcanhar. Mesmo com este obstáculo, ela liderava o ranking feminino e seguiu como participante da maratona.

“Precisei colocar um protetor diário no calcanhar para me dar mais firmeza, porque eu não estava conseguindo nem andar. Então eu corria com as pontas dos pés”, conta a atleta.

Nos últimos dias, as corridas estavam sendo de madrugada, debaixo de muito frio. “Faltando três ou quatro dias para completar o desafio, levantávamos 0h para correr, porque não tínhamos mais tempo. Passávamos frio, fome e muita dor, mas mesmo assim continuávamos”, relembra Valéria.

No final de semana dos dias 6 e 7 de junho, a atleta percorreu 57 km e finalizou a competição, se classificando em 2º lugar. “Peguei o segundo lugar geral no ranking feminino com o gostinho do primeiro. Fiquei muito feliz pela conquista! Foi uma vitória muito gostosa, com muito sofrimento e muito frio, mas eu faria tudo de novo. Sem machucar, é claro”.

Para ela, o esporte é vida e saúde. Há 9 meses ela atua nas competições de corrida de rua e, inclusive, disputou a meia maratona das praias de Guarapari, em 9 de fevereiro. “Hoje eu sou uma pessoa bem melhor com o esporte! Tenho o prazer de pegar a Avenida Fernão Dias às 4h da manhã para correr 30 km. Faço isso com alegria no coração, sabendo que isso faz bem para minha alma e pro meu físico”.

2 COMENTÁRIOS