Em Mário Campos, cinco pessoas que violaram isolamento da Covid-19 são indiciadas

0
198
Uma viatura da Polícia Civil esteve no velório para apuração do crime. Foto: Polícia Civil / Divulgação
Uma viatura da Polícia Civil esteve no velório para apuração do crime. Foto: Polícia Civil / Divulgação

Em Mário Campos, cinco pessoas foram indiciadas pela Polícia Civil de Minas Gerais por crime de infração de medida sanitária preventiva. Os indiciados abriram o caixão de uma idosa que morreu com o novo coronavírus, contraíram a doença e não fizeram isolamento social.

De acordo a Polícia Civil, os parentes da vítima abriram o caixão durante o velório e se expuseram ao risco de infecção ao Covid-19. “Após este episódio, todos os parentes foram cientificados e assinaram terno de responsabilidade para cumprirem o isolamento social, de forma que de todos eles, que acompanharam o enterro, cinco testaram positivo para Covid-19”, explicou o Delegado que conduz as investigações, Ricardo Cesari Oliveira.

Além da confirmação de que os cinco parentes foram infectados, os mesmos não cumpriram a determinação de isolamento social e, por isso, foram indiciados. O grupo responderá pelo crime contra a saúde pública e pode pegar detenção de um mês a um ano e ter que pagar multa.