Pandemia do coronavírus tem impactado no preço de legumes e verduras; confira as variações

0
102
Ceasa está com abastecimento normal — Foto: Pedro Bohnenberger/CBN BH
Ceasa está com abastecimento normal — Foto: Pedro Bohnenberger/CBN BH

Em tempos de isolamento social, os preços de legumes e verduras já sofreram impactos. Na Ceasa, a comercialização de produtos segue normalmente, mas com um fluxo menor de pessoas circulando pelos galpões. Um grupo de pesquisadores trabalha, diariamente, no local acompanhando a variação dos preços.

Alguns produtos apresentaram alta: o preço da beterraba, por exemplo, subiu 26% em relação ao mês passado. O da cenoura, 12,26%. Em relação às frutas, o aumento mais expressivo foi no preço da manga: 4%. O do caqui aumentou, mas o reajuste foi considerado inexpressivo pelo gestor do Ceasa.

Baixas

A boa notícia fica por conta dos preços que tiveram baixa, Entre os legumes, destaque para: chuchu (68% em relação ao mês passado), pepino (46%), berinjela (40%) e abobrinha (17%). As frutas que estão com preços mais baixos são o maracujá (12%), a tangerina Ponkan (16%) e o abacate (18%).