Polícia Civil pede que população faça boletim de ocorrência pelo site

0
204
Atendimentos presenciais apenas para casos urgentes como prisão em flagrante, homicídio e feminicídio e estupro.
Atendimentos presenciais apenas para casos urgentes como prisão em flagrante, homicídio e feminicídio e estupro.

Para evitar a transmissão do coronavírus, a Polícia Civil recomendou a população que priorize, a partir desta segunda-feira (23), o registro de boletins de ocorrência pelo site e evitem ao máximo fazer registros presencialmente.

Estão mantidos os atendimentos presenciais para casos urgentes como prisão em flagrante, homicídio e feminicídio e estupro. A intenção é reduzir a circulação de pessoas nas ruas e também a aglomeração nas delegacias.