Betim promove mutirão de mamografia para 1.500 mulheres

0
112
Além do mutirão, a Secretaria de Saúde de Betim continua a manter ou agendar cerca de 700 mamografias mensais pactuadas.

No mês de prevenção e sensibilização contra o câncer de mama, o Outubro Rosa, uma prefeitura de Betim iniciada, nesta segunda-feira (14), o mutirão de mamografias, com previsão de término em novembro. Serão contemplou 1.500 mulheres.
 
Os exames serão feitos de segunda a sexta-feira, das 16h às 18h, e aos sábados, das 7h às 10h. “O mutirão de mamografias é uma ação que visa garantir o acesso das mulheres ao exame, por meio de promoção e prevenção à saúde. Com uma iniciativa, pretenda reduzir a fila de espera e o tempo para atendimento e, dessa forma, garantir a importância dos cuidados com a saúde da mulher “, Guilherme Carvalho.
 
Segundo diretora de Regulação, Controle e Avaliação, Fernanda Oliveira, como mulheres devem procurar a Unidade Básica de Saúde de sua referência para agendar uma consulta com o médico, que pode executar ou encaminhar casos de uso. “O médico preencherá as informações do usuário para o exame e enviará para a Diretoria de Regulação para ser autorizado”, explica.  
 
Além do mutirão que oferece 1.500 mamografias, a Secretaria de Saúde de Betim continua a manter ou agendar cerca de 700 mamografias mensais pactuadas.  

Previna-se!

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), os tipos de câncer de mama acometidos por mulheres brasileiras, ou o câncer de mama aparece em segundo lugar nas estatísticas, registrando 25% dos cânceres que afetam ou público feminino. Para 2019, o Inca estima que sejam 59.700 novos casos, o que corresponde a 56 casos para cada 100 milhões de brasileiros.  

 Manter hábitos de vida saudáveis, como atividade física, alimentação equilibrada, evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, não fumar, ficar atento ao próprio corpo e buscar acompanhamento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) quando observar algumas alterações nas mamas, são práticas importantes para a prevenção da doença. Segundo o Inca, uma amamentação também contribui de forma protetora na prevenção contra o câncer de mama.  
 
Se uma mulher observar alguns desses sintomas, deve procurar a UBS de referência mais próxima de sua casa: alterações no peito, caroço (nódulo), liberação de líquido pelo mamilo, vermelhidão, inchaço ou ardência na pele, formação de feridas no seio , mudança na forma da mama.