Sábado, 26/09/2020

Gerais

Após amputar o braço, moradora de Igarapé faz campanha para comprar prótese

Após ter o braço direito amputado, a confeiteira Geanne Silva Gomes, de 37 anos, sonha em conseguir uma prótese para voltar a ter uma vida normal. Por isso, familiares e amigos dela decidiram fazer uma campanha nas redes sociais e pedir ajudar para comprar a prótese que custa em média R$ 14 mil.

O drama de Geanne, que vive em Igarapé, no bairro Jardim Roseiras, teve início em 2013, após um erro médico, que a fez receber equivocadamente um tratamento para o câncer de pele. “Por falta de informação dos médicos, eu recebi durante um ano tratamento contra o câncer de pele. Dentro desse período, eu tive uma piora significativa”, conta a morada de Igarapé.

Em 2014, um novo diagnóstico apontou o verdadeiro problema, a esclerose multiplica, uma doença autoimune que afeta o cérebro, nervos ópticos e a medula espinhal (sistema nervoso central). Após o resultado, Geanne iniciou um novo tratamento com um Reumatologista. No entanto, três anos de tratamento e uma notícia que mudou a sua vida, a amputação do braço direito.” Houve dor, sofrimento e incansáveis internações. Não havia o que fazer. Tive que aceitar e me preparar psicologicamente para a amputação”, conta.

O braço de Geanne foi amputado há mais de um ano. Desde então, ela sonha em usar a prótese para voltar a trabalhar e ter uma vida normal. Por isso, decidiu usar o Facebook e WhatsApp para pedir as doações.

Moradora tenta arrecadar 14 mil reais para comprar prótese.

Como ajudar?

Para ajudar, os interessados podem entrar contato com a própria Geanne pelo número (31) 9 9566-9160.

Deixe um comentário

RUA MIGUEL HENRIQUES DA SILVA, Nº4, CENTRO, IGARAPÉ-MG


CONTATO: (31) 9 9858-1002

error: Conteúdo protegido contra plágio!