Sábado, 04/04/2020

Gerais

Prefeito fala sobre as dificuldades enfrentadas na Educação de São Joaquim de Bicas

Crise financeira prejudica investimentos na Educação. Repasse do Governo de Minas tem sido retido há três meses

 

Investimentos em educação, plano de carreira para os professores, diminuição da carga horária, aumento de salário e desenvolvimento educacional são algumas das tarefas prioritárias para o bom desenvolvimento da educação. No entanto, as dificuldades financeiras têm prejudicado as demandas.

Em São Joaquim de Bicas, pelo terceiro mês consecutivo, o governo do Estado de Minas Gerais não repassou o valor total do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), instituído pela Lei Federal nº 11.494 de 20/06/2007, com a finalidade exclusiva de financiar projetos e programas do ensino básico.

Em comparação à 2017, os números são alarmantes e retratam a dificuldade de planejamento na área da educação no município. No mês de junho do ano passado, a Prefeitura de São Joaquim de Bicas recebeu R$1.004.874,75 de repasse do Fundeb. No mesmo período deste ano, a arrecadação foi de apenas R$ 463.242,92, valor expressivamente inferior. Uma diferença de mais de 500 mil que afeta significativamente o cenário educacional no município.

De acordo com o prefeito Guto Resende, as dificuldades financeiras fazem com que melhorias na área sejam adiadas. “A gente têm trabalhado para melhorar a educação no município. Mantemos diálogo com a população e não medimos esforços para cumprir as metas. Entendo que não adianta dar aumento ou diminuir carga horária profissional sem que a prefeitura dê conta de arcar com isso. A realidade é triste. Nos últimos três meses, o Governo do Estado reteve mais de R$ 1.500.000,00 do Fundeb. Não existe planejamento que sobreviva a isto. Tenho a consciência de que o salário dos profissionais não é o ideal, mas não estão atrasados, o que em um momento de crise é importante”, concluiu Guto Resende.

Reunião com representantes da Educação

Guto Resende explicou que no início de 2017 diversas reuniões foram realizadas com os representantes da educação em São Joaquim de Bicas. Inúmeras reivindicações foram ouvidas e algumas atendidas de acordo com a realidade do município. “Nestes encontros recebemos várias solicitações. Algumas a gente não poderia atender. Outras a gente queria tentar atender. No entanto, a administração estava no início, e a prefeitura com muitas dívidas. Mas a principal demanda foi atendida, que era a de colocar os salários em dia”, explica o prefeito.

Guto Resende também informou que ainda neste mês de julho irá se reunir com representantes da educação. “Respeito e acredito ser importantíssimo o relacionamento direto com a comunidade escolar, por isso vou solicitar uma reunião, reforçando que estou aberto ao diálogo”, disse o prefeito.

Deixe um comentário

RUA MIGUEL HENRIQUES DA SILVA, Nº4, CENTRO, IGARAPÉ-MG


CONTATO: (31) 9 9858-1002