Domingo, 27/09/2020

Gerais

Igarapé Sabor é destaque no Programa Viação Cipó

Há poucos dias para a maior festa popular da cidade, Igarapé aguça o apetite do público que estará no Festival Igarapé Sabor 2018 – Mestras e seus temperos, entre os dias 12 e 15 de julho.

Um pouco de tudo que os visitantes encontrarão no festival gastronômico igarapeense é pauta do Programa Viação Cipó, da TV Alterosa, que vai ao ar nos dias 1º e 8 de julho, às 10h; com reprises nos dias 7 e 14, às 8h30, respectivamente.

A gravação das últimas chamadas, com todas as Mestras que brindarão o público com suas receitas da culinária mineira, ocorreu na tarde dessa terça-feira (12/6), no Hotel Fazenda dos Igarapés. Durante toda a tarde, o clima foi de animação entre elas e a equipe de produção do programa.

Em 2017, o Festival Igarapé Sabor atraiu mais de 10 mil visitantes, público que a prefeitura e a Associação das Mestras da Culinária de Igarapé (Asmeci), organizadoras do evento, esperam ampliar nesta edição. “Quem esteve na festa no ano passado, com certeza aprovou e, além de voltar, certamente virá acompanhado de parentes e amigos”, destaca com otimismo a secretária de Esporte, Lazer, Cultura e Turismo, Valdirene Gomes Braga.

Familiares de algumas mestras também fizeram questão de acompanhar as gravações, a exemplo da comerciante Roseli, filha da Mestra Alcina da Silva Palhares, 88 anos, que estará na Praça da Matriz de Igarapé, nos quatro dias de festival.

“Para nós, filhos, é um privilégio ter uma mãe com a idade que ela tem e toda essa vitalidade. Como mamãe ama cozinhar, é também uma alegria vê-la participando do Igarapé Sabor”. Em festas da família, dona Alcina não aceita que outra pessoa tome frente. “No mês que vem, por exemplo, meu pai completa 90 anos e a tradicional receita macarronada e tutu, que será servida no festival, também será o carro-chefe do cardápio do aniversário”.

O Igarapé Sabor, além da valorização da história de vida e dos costumes culinários das mestras, cumpre um papel social de contribuir na ampliação da renda de famílias igarapeenses. “O festival serve de vitrine para que mestras e familiares divulguem seus talentos na cozinha e, depois, continuem lucrando com seus produtos”, revela a presidente da Asmeci, Maria Ubalda Alves de Oliveira.

“O sucesso do quiosque que a prefeitura nos cedeu na praça da Matriz é um bom exemplo disso. Lá, nós mestras, temos oportunidade de vender nossos pratos durante o ano inteiro”, acrescenta Ubalda, ao agradecer o papel fundamental que a prefeitura exerce no apoio ao funcionamento da associação.

A economia do município é outro aspecto evidenciado durante o Igarapé Sabor. “Hoje, Igarapé é um dos principais municípios fornecedores da Ceasa, sobretudo de hortaliças, e o festival também reforça essa credencial”. Os dados foram lembrados pela historiadora Marilene de Souza, 64, que também é referência da memória gastronômica na cidade, e que estará em uma das barracas do festival, ao lado da irmã, a Mestra Martinha.

Para a Mestra Eliana Queiroz, 43, que também participou das gravações das chamadas do Viação Cipó, “ a essência do Igarapé Sabor é família”. Professora por profissão, ela diz que assim como na regência da sala de aula, a culinária é uma de suas paixões. “Aprendi a cozinhar com minha mãe, Doralice, que por sua vez, aprendeu com minha avó as sutilezas da culinária. Amo cozinhar. Para mim é uma terapia,” declara com orgulho Mestra Eliana, ansiosa pela chegada do Igarapé Sabor.

Orgulhoso também se mostrou o apresentador do Programa Viação Cipó, Otávio di Toledo, de divulgar o festival. “O Igarapé Sabor é uma das expressões culturais mais originais: são mestras da culinária que valorizam receitas de suas mães, avós, tias, enfim de gerações passadas, não deixando cair no esquecimento o uso de ingredientes simples, mas cheios de histórias e sabores, a maioria deles colhidos em hortas e quintais. Isso tudo é muito gostoso”, enfatiza Toledo, que também é historiador e jornalista.

Integrante do Conselho Municipal de Turismo e proprietária do Hotel Fazenda dos Igarapés, Magna Maria Lélis Saraiva, falou do prazer de ceder as instalações para gravação do programa. “Contribuir para a realização do Igarapé Sabor é sempre um prazer, pois o evento além de vir ao encontro da proposta gastronômica do hotel, que é voltada para a culinária mineira, representa um atrativo importante para incrementar nosso turismo”.

Deixe um comentário

RUA MIGUEL HENRIQUES DA SILVA, Nº4, CENTRO, IGARAPÉ-MG


CONTATO: (31) 9 9858-1002

error: Conteúdo protegido contra plágio!