Sexta-feira, 27/11/2020

Gerais

Transporte de Igarapé é público, mas não atende deficientes físicos

Cadeirante desabafa na internet e fala sobre dificuldades de depender do precário transporte municipal

O transporte público deveria ser o meio de locomoção mais democrático. Não estamos discutindo aqui os altos preços das passagens ou mesmo a péssima estrutura e limpeza dos ônibus. O quadro de horários que pouco satisfaz o cidadão de Igarapé também não é o tema em questão. Infelizmente, além de toda a precariedade já citada, há também a situação dos deficientes físicos, que pouco têm sido assistencializados pelo município.

Na segunda-feira (30/10) mais um episódio de desrespeito entrou para a história de Marcio Martins de Oliveira, morador do bairro Panorama. Após resolver algumas pendências no Centro de Igarapé, Marcio não imaginava que seria tão complicado voltar para a casa. Em relato feito através de um vídeo, o caso foi levado à público, e a situação causou revolta aos demais cidadãos de igarapé.

Motoristas que se recusaram a parar, veículo em mal estado e com defeito nos elevadores e mesmo o desrespeito foram alguns dos pontos citados por Marcio, que aguarda atitudes pertinentes dos órgãos públicos. “Só porque a gente é deficiente a gente é descartado na sociedade. Então fica aí a minha indignação. E quem ver isso, quem sabe repassa para essas autoridades competentes, para ver se resolve essa situação, né?!”, desabafou Marcio Martins.

A reportagem do Real Publicação entrou em contato com Marcio Martins de Oliveira, que autorizou a divulgação do caso.

Deixe um comentário

RUA MIGUEL HENRIQUES DA SILVA, Nº4, CENTRO, IGARAPÉ-MG


CONTATO: (31) 9 9858-1002

error: Conteúdo protegido contra plágio!