Com pandemia, APAE Igarapé luta para manter assistência às famílias

0
500
APAE Igarapé é um dos serviços de assistência social, saúde e educação mais importantes do município. Foto: RP

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE de Igarapé é um dos serviços de assistência social, saúde e educação mais importantes do município, que promove a defesa dos direitos das pessoas com deficiência intelectual e múltipla. Neste período de pandemia da Covid-19, a APAE, que se mantém por meio de doações, enfrenta uma nova realidade com o comprometimento dos recursos financeiros.

“Infelizmente, diante da pandemia, a receita geral da APAE sofreu uma queda de grande impacto, e isso comprometeu o desempenho do nosso trabalho, uma vez que muitos gastos são fixos, independente se há pandemia. Oferecemos serviços essenciais de enfrentamento a situações de vulnerabilidades e riscos sociais há 163 famílias, que em sua maioria possuem vulnerabilidade socioeconômica”, explica Denize de Oliveira Reis Gomes, coordenadora da APAE Igarapé.

Com o cenário de pandemia e novos desafios, a instituição entregou, por dois meses, cestas básicas para as famílias, mas com o esgotamento dos alimentos, as doações são indispensáveis para que a assistência possa ser mantida. “Neste momento, também estamos precisando de fraldas geriátricas, cobertores e suplementos alimentares (Ensure, Trophic Infantil e Basic, Sustain e Pleni Nutricium S.)”, destaca a coordenadora.

Novas medidas para seguir em frente

Para que os trabalhos tenham continuidade, medidas financeiras e administrativas, como o corte de pessoal e a liberação de férias trabalhistas já é uma realidade na instituição. A APAE implantou uma triagem para elaborar diagnósticos socioeconômicos e de saúde. O objetivo é que as informações norteiem a entrega de cestas de alimentos e outras assistências, de acordo com a real necessidade de cada família. Além disso, como as aulas estão suspensas, existe a entrega das atividades escolares para os alunos. As orientações, quando repassadas presencialmente, seguem todas as medidas de segurança recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Neste momento, temos duas certezas: não dá pra deixar as famílias sem assistência e precisamos nos proteger para não sermos contaminados e contaminar as famílias”, ressalta Denize.

Como ajudar a APAE Igarapé

A APAE Igarapé se mantém por doações, além disso, a instituição possui um convênio com a Prefeitura de Igarapé. Diversos eventos ao longo do ano, como bazares, jantares, almoços, barracas, confecções de produtos também é uma das opções para geração de renda para a APAE.

As doações em prol da APAE podem ser realizadas de algumas formas: por um programa mensal de doação em dinheiro, recolhida por motoboy; depósitos bancários; contribuição por meio de contas da Cemig.

Contribuição mensal – É necessário que o doador faça uma ficha com a APAE, nome, valor, endereço e data para que o motoboy faça a captação.

Depósitos – Para doar em qualquer dia e horário, a instituição recebe diretamente em sua conta: Banco do Brasil, conta corrente 31076-x, agência 2122-9, cnpj 22737464/0001-18.

Conta da Cemig – Por meio da conta de luz, pelo programa COB, a doação é de forma mensal. O valor é estipulado pelo contribuinte e registrado na conta da Cemig, sendo posteriormente encaminhado è instituição.